O desapego

O desapego

Porque é tão difícil desapegar? Desapegar de coisas, de amores, de períodos, de emoções…

Temos tanto apegos na nossa vida que é extremamente difícil elencar todos eles. Mas de onde vem essa dificuldade em fazer o caminho oposto?

O ser humano de um modo geral tem muita dificuldade em mudar, e não digo isso no sentido de mudar o que está tudo bem mas mudar até mesmo o que lhes faz mal.

 

Quem nunca teve uma amiga que está em um relacionamento tóxico e nós demos o precioso conselho: -Ah amiga larga dele, seja mais você… ou quantas vezes nós escutamos esse mesmo conselho sendo que a resposta era sempre a mesma: – Quero muito largar meu eu não consigo.

Essa cena vista de fora largar o que nos faz mal parece uma atitude bem obvia a ser tomada, porém não é tão simples quanto parece.

A mudança nos gera medo e ansiedade, o ciúme e o sentimento de posse nos faz querer que as coisas e pessoas estejam sempre ao nosso redor. Quando nos deparamos com alguma pessoa “desapegada’ nos surpreendemos, mas essa surpresa muitas vezes vem com sentimento de admiração pois queríamos ser assim em diversos momentos de nossa vida mas o tal do apego fala mais alto.

Algumas pessoas periodicamente tem o costume de fazer uma faxina geral no guarda roupa, em casa e até mesmo nas redes sócias. Esses momentos são de grande valia pois além de deixar nas lembranças determinadas épocas, abrimos espaço para o novo. A novidade assusta mas ao mesmo tempo ela é o combustível da vida.

Imagina se a sua vida fosse exatamente igual todos os dias, semanas, meses e anos. Qual a graça que teria viver?

Não estou dizendo que é fácil, e não entendam isso como uma crítica. Esse post é apenas uma reflexão sobre as atitudes cotidianas que nós temos e que podemos mudar.

Conheça um lugar novo, uma pessoa nova, um livro novo, doe coisas que você não usa. De a oportunidade dessas coisas fazerem bem a outras pessoas, crie novas histórias. Tem muito medo? Comece devagar, veja seu armário de maquiagem você realmente usa tudo o que está ali? Que tal dar aquele batom que ficaria lindo na sua irmã, amiga, mãe? Aos poucos vá fazendo uma limpeza geral na sua vida. Te garanto que vai ser libertador.

Hoje em dia carregamos uma bagagem muito pesada e difícil de carregar, mas ao desapegarmos de algumas coisas ou deixar tudo em seu devido lugar ( o que é passado fica no passado e o que é futuro aguardemos a chegada) nossa própria carga fica mais leve e damos mais espaço para as novidades e olha que estas podem nos surpreender.

 

Beijinhos estalados e até a próxima

Anúncios

E chegou 2017…

Para algumas pessoas o início de um ano novo representa esperanças de uma vida nova, para outras apenas uma passagem de um dia para o outro.

Seja lá qual for o seu caso, se tem algo que não lhe agrada chegou a hora de mudar. Sinceramente tenho um pouco de dificuldade de entender o motivo de somente haver confraternizações no final do ano. Se o intuito desses encontros é aproximar pessoas porque só no final do ano essa iniciativa acontece?

O que realmente precisamos é parar de tentar encontrar motivos externos para realizarmos algumas ações. Vejo pessoas fazendo diversas promessas de ano novo, mas que não duram nem até o carnaval, marcando encontros que nunca acontecem,  dizendo que perdoam sem realmente o fazer, mas tudo em nome do espírito natalino e para “fechar o ano” com saldo positivo.

Mas a questão é: Até quando? Iniciei 2016 com diversos planos, sonhos, metas das quais confesso a vocês que não realizei da maneira que eu gostaria e posso afirmar categoricamente que a culpa disso foi minha mesma. Sempre tive essa mania de deixar para depois, deixar para uma data especial, deixar para a próxima segunda feira, mas infelizmente aprendi que esse momento pode simplesmente não chegar.

Esse post hoje vai para as pessoas que tem o pensamento que eu tinha, de sempre esperar um momento especial. Estamos no primeiro dia do ano, do mês e da semana. Quer dia mais especial que esse? Então comece a fazer acontecer faça sim planos, metas, tenha sonhos, mas não os deixem trancados em uma gaveta. Comece a realiza-los agora.

Alguns de vocês estão pensando que determinada coisa precisa acontecer para que vocês deem andamento aos seus projetos, certo? Caso seja esse o seu caso, tente de outras formas, busque outras soluções, procure agir se como esse projeto já tivesse sido concretizado.

Faça você seu 2017…18….19, seu domingo….segunda….terça…..

E uma lição que eu tive na vida: Não espere por ninguém para ser feliz, seja feliz com você mesma.

Feliz 2017

Dicas para pele oleosa

Olá pessoas lindas tudo bem? Hoje vou dar algumas dicas que para mim são extremamente úteis.

Minha pele sempre foi oleosa mas durante a gravidez ela abusou desse direito…rs e como durante a gravidez o uso de cosméticos fica meio restrito então minha vida complicou ainda mais.

Foi ai que descobri alguns produtinhos para oleosa que são verdadeiro milagres e que minha ginecologista liberou o uso durante a gravidez e depois durante a amamentação (sempre consulte seu médico antes de usar qualquer produto cosmético durante a gravidez).

Sei que estão me perguntando se esses produtos só funcionam durante a gravidez então já lhes respondo que não, após o nascimento da Valentina continuei usando e estou totalmente apaixonada por esses produtos. Quando eu testar outros produtos vou fazendo uma resenha para vocês.

Então vamos lá a apresentação dos produtos:

Sabonete:

clean-e-clear-sabonete-facial-sabonete-anti-acne3041

Quem tem pele oleosa sabe o quanto é essencial que se use um sabonete próprio para seu tipo de pele. Esse sabonete deixou minha pele macia e hidratada, seu aroma é suave e agradável.  Ele controla a oleosidade de maneira bem satisfatória.

 

Protetor solar:

protetor solar

Esse amiguinho é um grande salvador. Durante a gravidez é muito comum o aparecimento de melasma (manchas escuras na pele) então o uso de protetor é indispensável até em dias nublados. Foi então que fui apresentada a esse protetor solar, como pouco produto você já sente o efeito dele. Ele é de fácil aplicação e logo após passar o produto você já sente um leve ressecamento que logo passa. O cheiro dele é bem característico de protetor solar, porém é mais suave e não interfere na aplicação dos demais produtos de maquiagem.

Base

bb cream

Essa base retém a oleosidade, a cobertura dela é leve mas ajuda bastante a cobrir imprefeições. Eu a uso bastante para ir trabalhar ou quando quero apenas dar um tapa no visual…rs

 

Primer

Print

O primer da Archy foi um dos melhores que já experimentei até hoje, ele deixa a pele com um aspecto sequinho e bem aveludado. A maquiagem se fixa super bem nele dando uma ótima segurada na oleosidade. Vale a pena conferir.

Bom pessoal por enquanto é só, conforme eu for testando novos produtos vou fazendo a resenha vocês.

 

Beijos estalados e até a próxima

Receitinha do dia – Bolo prático de chocolate

Bolo prático de chocolate

Ingredientes

2 xícaras de açúcar

3 xícaras de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

4 colheres de chocolate em pó

3 ovos

3 colheres de sopa de manteiga

1 xícara de leite

 

Modo de fazer

Misture todos os ingredientes e bata-os na batedeira. Asse em forno pré aquecido em 180 graus por 40 min.

 

Dica da Isabel 1: Peneire todos os ingredientes secos ao colocar na batedeira, isso deixará seu bolo mais fofinho.

Dica da Isabel 2: Coloque na batedeira primeiramente todos os ingredientes secos e depois os molhados, isso evitará o levantamento de pó desses ingredientes.

Um pouco dos meus 30 anos

Ah os 30 anos!!!

Aos 10 ele parecia tão distante quase uma eternidade, aos 20 parecia um futuro não muito próximo, aos 25 sua sombra já está perto e quando ele finalmente chegou todo esse mistério foi desvendado. Que mistério é esse que estou falando? O mistério que envolve uma mulher com 30 anos e todo o seu poder.

Com 20 anos eu acreditava que aos 30 já estaria casada, seria muito bem sucedida profissionalmente e talvez até a espera do meu primeiro filho. De toda essa expectativa sabe o que se concretizou? Absolutamente nada…rss

Dizem que a vida começa aos 40, bom não sei por que não cheguei lá ainda, mas confesso que a vida aos 30 tem sido maravilhosa!

Vou falar um pouco da expectativa e da realidade. Ao terminar o ensino fundamental resolvi fazer magistério, afinal meu sonho de criança era ser professora. Logo após o término do magistério passei em um concurso público para professora recreacionista ao mesmo que realizava a faculdade de pedagogia. Meu sonho se concretizando, logo após terminar a faculdade passei em outro concurso público, mas dessa vez para sala de aula, finalmente a realização do sonho, mas a realidade não é bem assim. Ser professora é sim uma profissão maravilhosa, mas extremamente desvalorizada no Brasil e com o tempo fui perdendo o gosto pelo magistério e criando gosto pela parte administrativa da escola foi quando decidi fazer mais uma graduação, desta vez em administração de empresas. Formei-me, atuei como coordenadora pedagógica por cinco anos e quando estava completando 12 anos de serviço público resolvi pedir exoneração e partir para o trabalho em uma empresa privada.

Na época fui chamada de louca entre tantos outros adjetivos que prefiro não comentar, mas o mais importante eu tinha que era o apoio da minha família. Confesso a vocês que não me arrependi nem por um segundo dessa decisão, eu parto do princípio que se você não está feliz com algo você deve mudar e assim o fiz mudei de carreira nos tão esperados 30 anos. O medo existe sim, mas a vontade de ser feliz era maior então encarei a aventura.

Item dois da minha lista de sonhos, o casamento. Aos 30 anos eu tinha um namoro que eu já observava que não ia me levar a lugar nenhum então percebi que eu não precisava estar namorando, noiva ou casada para ser feliz. Vi que primeiro precisava ser feliz comigo mesma para assim estar feliz ao lado de outra pessoa. A sociedade cobra muito uma mulher de 30 anos que não casou com comentários tais como: “Vai ficar pra titia hein” ou então “ Tão bonita, não sei porque não arruma um namorado” e outros tipos de comentários totalmente desnecessários mas enfim eu não dava muita atenção pois estava muito bem comigo mesma.

E em terceiro, mas não menos importante na minha lista de prioridades vinha a maternidade. Durante algum tempo eu não quis ter filhos, muitas pessoas achavam absurda a minha falta de vontade. Fui bastante criticada como se isso fosse a pior coisa do mundo, mas eu estava tão bem com a minha decisão que não ligava para a opinião das pessoas aliás, um dos benefícios da idade é a maturidade de não ligar para o que os outros pensam.

E como foi a reviravolta na minha história? Em 2013 ao completar 30 anos estava tão bem comigo mesma que as coisas começaram a fluir, consegui o emprego que eu queria, comecei a namorar o homem que se transformou no meu marido e aos 32 anos ganhei uma linda princesa chamada Valentina de presente.

Com toda essa história descobri algumas coisas:

– expectativa demais gera decepção demais;

– para você ser feliz com outra pessoa você precisa aprender a ser feliz sozinho;

– se você não mudar o que te faz mal, ninguém irá mudar por você e aquilo te fará mal para sempre;

– a vida é muito curta para ser desperdiçada.

Então pessoas lindas, olhem para vocês e se amem em primeiro lugar. Mexam-se e corram atrás dos seus sonhos.

Beijinhos estalados e até a próxima 😉

 

 

 

Receitinha do dia – Chico balanceado

Sabe aquele dia que você quer caprichar na receita para você mesma ou para uma pessoa especial? Então essa receita é fácil de fazer e fica uma delícia!!

Ingredientes

½ kg de açúcar

8 bananas nanica bem maduras

2 ovos

2 copos de leite

2 col de maisena

Gotas de limão

Modo de fazer

Queime o açúcar (sem deixar ficar escuro) e coloque o copo de água, depois as bananas cortadas ao meio, quando mudar de cor desligar o fogo e arrume em um pirex (calda mais ou menos fria) deixar esfriar.

Mingau

Com o leite, a maisena, duas gemas 3 colheres de açúcar ( bate tudo no liquidificador) leva ao fogo para fazer o mingau (deve ficar cremoso) se necessário colocar mais leite, por o mingau em cima das bananas

Cobertura

Bater as claras em ponto de suspiro por algumas gotas de limão e 1 colher de açúcar. Colocar em cima do mingau e levar ao forno para dourar.

Depois de frio colocar na geladeira

 

Beijinhos estalados e até a próxima

12 coisas que aprendi depois dos 30.

Completar 30 anos nos trás diversas descobertas, umas boas, porém algumas nem tanto. Muitos perguntam o que diferencia a mulher de 30 do restante então lhes respondo. Nessa idade a mulher já não tem a inocência dos 10, a inexperiência dos 20 e possui muita vitalidade para mudar o que não lhe agrada e sabe que ela mesma faz toda a diferença na vida dela.

  1. Que uma pessoa com 30 anos não é velha;
  2. Que todos os planos podem mudar e isso é maravilhoso;
  3. Que você pode ser feliz sem estar casada e/ou com filhos;
  4. Você não precisa encher a cara ou beijar na boca para se divertir quando sai a noite;
  5. Você descobre quem você realmente é e seus gostos;
  6. Aprendi que a opinião dos outros não importa;
  7. A quantidade de amigos diminui, mas a qualidade melhora consideravelmente;
  8. Você aprende a controlar melhor seu orçamento e estabelecer prioridades fica mais fácil;
  9. Ninguém morre por um amor não correspondido ou ao término de um relacionamento;
  10. O que o tempo não cura, ele ameniza ou te ensina a lidar com a situação;
  11. A responsabilidade vem por bem ou por mal, você escolhe;

 

E o mais importante:

  1. Que você precisa se amar em primeiro lugar;

 

 

Beijinhos estalados e até a próxima